Image of the Grunenthal Logo
Image of the Montescano Pain School Logo
a minha dor… foi desenvolvido pela Grünenthal GmbH em colaboração com a Montescano Pain School

O que poderá ser?
Nevralgia do trigémeo

Take a pain questionnaire by the My Pain Feels Like initiative
 

O que é a nevralgia do trigémeo?

A nevralgia do trigémeo é uma dor crónica que surge após uma lesão em um ou ambos os nervos trigémeos, que se localizam em cada um dos lados do rosto. Como existe lesão nervosa, a nevralgia do trigémeo é um tipo de dor neuropática.

O que causa a nevralgia do trigémeo?

A nevralgia do trigémeo surge quando ocorre uma lesão em um ou ambos os nervos trigémeos, no rosto. A compressão dos nervos trigémeos pode ser provocada por um aneurisma, acidente vascular cerebral, tumor, quisto ou traumatismo, como na sequência de um acidente de automóvel. A nevralgia do trigémeo também está presente em 3-4% dos doentes com esclerose múltipla, que pode causar lesões no nervo trigémeo10.

Os nervos lesados não conseguem transmitir corretamente os sinais da pele até ao cérebro. Em vez disso, os sinais são amplificados, causando uma dor crónica que persiste durante meses ou mesmo anos. Isso pode conduzir a ataques de dor ao mínimo estímulo, em qualquer zona servida por esse nervo, e diminuir a capacidade do nervo para bloquear os sinais de dor quando termina esse estímulo.

Quais são os sintomas típicos da nevralgia do trigémeo?

De um modo geral, os sinais e sintomas da nevralgia do trigémeo, que é um tipo de dor crónica, são restritos ou estão localizados no rosto. É por isso que a nevralgia do trigémeo é muitas vezes descrita como um tipo de dor neuropática localizada. A nevralgia do trigémeo caracteriza-se por episódios de dor facial intensa com uma duração que varia entre alguns segundos a vários minutos ou mesmo horas. Essa dor pode repetir-se várias vezes ao longo do dia. Os episódios afetam geralmente um lado do rosto de cada vez.

Em muitos doentes a dor é espontânea, sem qualquer estímulo. Os episódios de dor são descritos como choques elétricos tipo facada ou queimadura, aperto, esmagamento, explosão ou pontada. Os episódios intensos de dor também podem ser desencadeados pela vibração ou pelo contacto com a zona da bochecha (p. ex. ao barbear, lavar o rosto ou aplicar a maquilhagem), bem como ao lavar os dentes, comer e beber. Por vezes até o vento pode causar um episódio de dor na zona sensível afetada.

O que podem os doentes fazer?

É importante ser proativo. Com um diagnóstico correto e o tratamento adequado, é possível aliviar a dor associada à nevralgia do trigémeo. Se tiver dor crónica ou prolongada e pensar que pode ser nevralgia do trigémeo, preencha o "questionário sobre a minha dor", imprima os resultados e consulte o seu médico. Pode ler mais informações sobre possíveis opções de tratamento aqui.

Tenha em consideração que: as informações disponíveis neste site não substituem uma consulta com um profissional de saúde. Apenas um profissional de saúde pode decidir quais os procedimentos de diagnóstico e as opções de tratamento mais adequadas para cada doente.