Image of the Grunenthal Logo
Image of the Montescano Pain School Logo
a minha dor… foi desenvolvido pela Grünenthal GmbH em colaboração com a Montescano Pain School

O QUE PODE SER?
Dor neuropática pós-operatória

Take a pain questionnaire by the My Pain Feels Like initiative
 

O que é a dor neuropática pós-operatória?

A dor neuropática pós-operatória (DNPO) é uma dor crónica que surge após uma cirurgia. Embora a maioria dos doentes sinta alguma dor após uma cirurgia, o que é normal, essa dor deve ser de curta duração (dor pós-operatória aguda). Em alguns casos, a dor persiste muito tempo após a cirurgia, por vezes durante meses ou mesmo anos. Esta condição é conhecida como dor crónica pós-operatória.

O que causa a dor neuropática pós-operatória?

A dor neuropática pós-operatória (DNPO) pode surgir se tiver ocorrido uma lesão nervosa durante a cirurgia. Os nervos lesados não conseguem transmitir corretamente os sinais de várias zonas do corpo até ao cérebro. Em vez disso, os sinais são amplificados, causando uma dor crónica que persiste durante meses ou mesmo anos. Cerca de 10% a 50% dos doentes desenvolvem DNPO e essa variabilidade depende do tipo de cirurgia.

Quais são os sintomas típicos da dor neuropática pós-operatória?

De um modo geral, os sinais e sintomas da DNPO restringem-se ou localizam-se na zona do corpo onde foi realizada a cirurgia ou incisão. É por isso que a DNPO é muitas vezes descrita como um tipo de dor neuropática localizada, ou dor na cicatriz quando ocorre exatamente no local da cicatriz. A dor crónica associada à DNPO pode ser descrita como uma "facada" ou "pontada". Os doentes com DNPO podem ser muito sensíveis ao toque (hipersensibilidade) ou insensíveis ao toque (hiposensibilidade). Embora seja menos frequente, alguns doentes sentem comichão ou dormência.

O que podem os doentes fazer?

É importante ser proativo. Tem sintomas que descreveria como "pontada" ou "facada"? Se tiver dor crónica após uma cirurgia e pensar que pode ser dor neuropática pós-operatória (DNPO), descreva a sua dor de forma precisa através do "questionário sobre a minha dor" e consulte o seu médico. Pode ler mais informações sobre possíveis opções de tratamento aqui.

Tenha em consideração que: as informações disponíveis neste site não substituem uma consulta com um profissional de saúde. Apenas um profissional de saúde pode decidir quais os procedimentos de diagnóstico e as opções de tratamento mais adequadas para cada doente.